Foto tirada por José Mário Dias que resultou em sua suspensão.

O fotógrafo curitibano José Mário Dias, reconhecido internacionalmente como um dos melhores fotógrafos de automobilismo do mundo na atualidade, foi barrado pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) de trabalhar da etapa de Velo Città que acontece neste fim de semana em Mogi-Guaçu.

Conhecido no cenário automobilístico por Zé Mário, ele é fotógrafo oficial da equipe Shell Racing em que correm os pilotos Ricardo Zonta, Átila Abreu, Gaetano di Mauro e Galid Osman, e conta com uma experiência na área de mais de 15 anos fotografando para os pilotos de todo o mundo as mais diversas categorias do automobilismo.

Na corrida do milhão, uma pessoa mal intencionada fotografou Zé Mário trabalhando dentro dos boxes e o denunciou para a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). Em vez de chamar o fotógrafo para uma advertência verbal ou orientação, a CBA o suspendeu da prova deste fim de semana.

Foto denúncia que resultou na suspensão do fotógrafo de capacete branco. Mesmo com outras pessoas ao lado e próximas, somente ele foi punido.

Profissionais da imprensa de todo o Brasil que atuam no cenário automobilístico se mostraram solidários ao fotógrafo.

Zé Mário divulgou uma mensagem nas rede sociais sobre o ocorrido:

“Olá pessoal, como recebi muitas mensagens querendo saber o porque da punição, decidi escrever uma resposta genérica.
Na etapa do Milhão em Interlagos, eu fotografei o pitstop do carro do Ricardo Zonta fora do limite do Box. Segundo à CBA isto não é permitido. Outro fotógrafo que não imagino quem seja me “denunciou” com esta foto (preto e branca). A linha laranja mostra que eu estava distante da linha de saída do carro.
Quando a CBA me chamou para me ouvir, em nenhum momento eu pedi clemência. Disse que se eles acreditavam que eu estava fora das regras, estavam no direito de me punir. Mesmo eu dizendo que de acordo com a minha experiência automobilística eu estava em plena consciência de que EM NENHUM MOMENTO corri risco algum (como mostra a foto colorida, que fiz no momento). Porém, apenas queria que todos os “infratores”, deveriam também ser punidos.
Dois motivos me deixam muito chateado. Primeiro é o fato de eu não ter sido em nenhum momento “advertido”. Levei a punição “sem dó”. E o segundo e principal motivo, como vocês podem ver, na foto preto e branca aparece eu (capacete branco) e mais um monte de gente, todos na linha ou até mais adiante do que eu. E apenas EU FUI PUNIDO. Nitidamente lá não existe direitos iguais. Não tenho a menor idéia qual é o motivo, não tenho nenhum problema com absolutamente ninguém da CBA ou VICAR. Enfim, é isso. Na próxima etapa em Goiânia estarei de volta de cabeça erguida, e “dentro do box”. Obrigado pelas mensagens.”

A assessoria da Shell Racing informa que, em protesto e em desagravo ao fotógrafo, as fotos que virão nos releases do fim de semana de provas serão tiradas por celular.

Conheça um pouco do trabalho do fotógrafo Zé Mário:

Clique na imagem para conhecer o trabalho do fotógrafo

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui