(Foto: SESA)

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) reativou em uma semana 304 leitos de atendimento exclusivo à Covid-19 no Paraná. Desde a última sexta-feira (20) até agora, 105 leitos são de Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) adulto e 199 de enfermarias.

“Seguindo a orientação do governador Ratinho Junior, devido ao aumento no número de casos no Paraná, estamos reativando leitos exclusivos de UTI e enfermaria para possibilitar atendimento aqueles que precisem de assistência hospitalar no Estado”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A Sesa está em conversa com os prestadores de serviço e seus municípios para viabilizar novos leitos em outras cidades. “Nossa ideia é expandir essa reativação e habilitar novos leitos em todo o Estado. Para isso, temos mantido constante contato com os hospitais e os gestores municipais”, acrescentou.

Ainda segundo o secretário, a melhor prevenção para este momento é que a população reforce as medidas adotadas desde o início da pandemia. “O Governo do Estado não tem medido esforços para disponibilizar atendimento a população, mas precisamos que as pessoas evitem aglomerações, pratiquem o distanciamento social e mantenham os protocolos sanitários, pois a ampliação da rede hospitalar é finita”, disse.

DADOS – Desde 26 de março quando houve a implantação de leitos exclusivos para atendimento à pacientes suspeitos e/ou confirmados com a Covid-19, o Paraná já pagou mais de R$94,7 milhões para os hospitais que fazem parte do plano de atendimento exclusivo ao novo coronavírus.

De acordo com a Regulação de Leitos da Sesa, nesta sexta-feira (27), o Paraná soma 1.003 leitos exclusivos de UTI adulto, com taxa de ocupação de 81%, e 1.305 leitos de enfermaria adulto, com 69% de ocupação.

Até segunda-feira (30), outros 169 leitos devem ser reativados, sendo 43 de UTI e 126 de enfermaria. A ampliação está prevista no Hospital do Rocio em Campo Largo, Hospital Regional de Guarapuava e Hospital Metropolitano de Sarandi.

EQUIPAMENTOS – Dentre os leitos reativados esta semana, constam também os 41 leitos de UTI e 53 de enfermaria anunciados pelo município de Curitiba. Destes, o Paraná disponibilizou 12 respiradores e 12 monitores para a Secretaria Municipal, possibilitando a ativação de 10 leitos de UTI. Além disso, a Sesa enviou 20 monitores e com o apoio do Ministério da Saúde, 20 respiradores, ao município de Foz do Iguaçu.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui