Professores e funcionários da Escola Fundamental Vereadora Laís Peretti, no bairro Pinheirinho em Curitiba, viveram momentos de terror na manhã desta quinta-feira (26).

A escola abriu o portão por volta das 7h30 para entregar os kits de alimentação disponibilizados pela Prefeitura de Curitiba, para estudantes matriculados na rede municipal de educação. Neste período um caminhão carregado com as cestas básicas descarrega na escola que fica vulnerável.

Um bandido armado aproveitou o portão aberto e rendeu os professores e funcionários que estavam na escola. Eles foram levados para uma sala de aula e aterrorizados. O criminoso a todo momento ameaçava atirar. O marginal levou aparelhos celulares das vítimas e conseguiu fugir.

A Guarda Municipal foi acionada e esteve no local. Até o momento o marginal não foi localizado. Somente nesta semana essa teria sido a terceira escola assaltada da mesma forma. Os educadores reclamam que durante a entrega dos kits não há nenhum tipo de escolta ou segurança para eles.

Nota da Prefeitura de Curitiba

Em relação à ação de criminosos nesta manhã na Escola Municipal Laís Peretti, no Pinheirinho, – que preparava a entrega dos kits de alimentação e pedagógicos -, a Prefeitura de Curitiba informa que equipes da Guarda Municipal atenderam a ocorrência e continuam fazendo buscas pelos suspeitos.

Também foi reforçado o efetivo da Guarda Municipal na região. Dez unidades mais vulneráveis contam com guarda fixo nas unidades do Pinheirinho. As rondas também foram intensificadas.

A população que vive perto das escolas e CMEIs pode contribuir para que as unidades educacionais estejam protegidas da ação de criminosos e de vândalos. Ao notar movimentação suspeita nas proximidades, o cidadão pode ligar para o telefone de emergência da GM, o 153. A equipe de guardas que estiver mais próximo do local será deslocada para rondas, averiguação da situação e possíveis abordagens. O apoio da comunidade é importante para que a Guarda Municipal e a polícia possam agir rapidamente.

Muralha Digital

Dentro do cronograma de implantação da Muralha Digital, que já começou, escolas municipais terão botões de pânico e câmeras com alta tecnologia para auxiliar no pronto-atendimento e na identificação de criminosos.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui