Foto: Cristiano Vaz/Programa 190

Um caso registrado na data de ontem (26) em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, teve uma reviravolta nesta terça-feira (27). O dono do mercado onde três homens foram mortos a facadas, acabou preso suspeito de ser o mandante do crime, segundo a Polícia Civil.

Segundo informações da polícia, os suspeitos teriam entrado no mercado, fechado as portas e pessoas que passavam pela rua acionaram a polícia informando que escutavam pedidos de socorro dentro do mercado, e que houve uma discussão antes dos assassinatos.

O dono do mercado falou na chegada da polícia ao local, que ficou ferido pois teria tentado ajudar as vítimas na hora da confusão e teria sido esfaqueado. Porém após ser atendido pelo SIATE, ele foi encaminhado para a delegacia para ser ouvido e entrou em contradição durante o depoimento, ele virou suspeito de ser o mandante do crime. Ele nega as acusações.

Já nesta terça-feira (27) a Polícia Civil repassou informações de que testemunhas relataram que o dono do mercado tinha uma dívida com um dos homens assassinados.  O filho de um dos homens que morreu disse para a polícia que o dono do mercado teria ligado para o pai dele um pouco antes do crime prometendo pagar a dívida.

O crime

Três pessoas foram brutalmente assassinadas na tarde desta segunda-feira (26) no bairro Parque da Fonte, em São José dos Pinhais.

As vítimas estavam chegando em um supermercado quando foram seguidas por 3 homens até o interior do local. Uma das vítimas foi esfaqueada logo na entrada do mercado e morreu na hora. As outras duas vítimas foram levadas para a câmara fria do mercado, onde foram amarrados com as mãos nas costas e assassinados a facadas.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui