Foto Pixabay / Ilustração

As denúncias de animais de estimação intoxicados estão circulando em diversos grupos de WhatApp

Ainda não há registro de BO na polícia, oficializando a situação, porém as mensagens estão pipocando em grupos de tutores e páginas das redes sociais. Em algumas, os relatos dão conta que criminosos estariam espalhando veneno, com o intuito de prejudicar os animais, em lugares de grande circulação da capital. Lugares como o Museu Oscar Niemeyer, na área do Parcão e a praça Nossa Senhora de Salete seriam supostas áreas de risco, segundo as mensagens.

Áudios também descrevem que ao menos quatro cães teriam sido encaminhados para clinicas veterinárias, com sintomas de envenenamento, após frequentarem espaços públicos. Em um outro print que circulou hoje, uma pessoa denuncia a aplicação de veneno de rato em alimentos encontrados, que poderiam ser ingeridos por cães ou até mesmo outros animais de rua, deixados na região do Jardim das Américas.

Apesar da preocupação, não há comprovação. Histórias semelhantes também circularam na internet, sem ter a veracidade demonstrada. Para que a polícia inicie uma investigação, os casos devem ser levados ao conhecimento das autoridades competentes. Se ficarem atestadas que são fake news, os possíveis disseminadores de notícias falsas também podem ser responsabilizados.

Conhece algum caso real de envenenamento de cães? Conte, mesmo que anonimamente, para o Plantão 190.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui