(Foto: Ilustrativa/Pixabay)

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu um homem, de 48 anos, suspeito de aplicar 18 golpes contra uma mesma mulher, de 39, moradora de Cianorte, no Noroeste do Estado. O indivíduo teria adquirido R$ 93 mil por meio de uma modalidade de estelionato conhecida como “golpe do amor”. A prisão aconteceu na quinta-feira (18), na capital paranaense.

O suspeito e a vítima teriam iniciado uma relação através de um site de relacionamentos na internet. Além dela, o homem ainda mantinha relação com uma mulher de Joinville e com outra que, atualmente, mora em Portugal. Segundo as investigações, o golpista costumava dizer a elas que tinha a intenção de casar e morar junto.

O crime se efetiva após o suspeito criar um relacionamento afetivo supostamente verdadeiro com a vítima. Após o ganho de confiança, os golpes começam a acontecer. No caso em questão, o homem teria praticado as fraudes entre julho e dezembro de 2019.

Conforme apurado, o homem dizia para as mulheres que seu carro havia quebrado ou que precisava pagar empréstimos fictícios. O objetivo era sempre retirar dinheiro das vítimas de alguma forma. As mulheres inclusive se desfaziam de bens para ajudar o golpista.

Somente da “namorada” de Cianorte, o golpista conseguiu subtrair R$ 93 mil mediante golpe. O caso veio à tona, quando a vítima descobriu o envolvimento dele com a mulher de Joinville e as duas teriam descoberto juntas que estavam sendo vítimas de estelionato.

COMPARSAS – A vítima em questão teria resistido a dar dinheiro ao suspeito por algumas vezes. Nesses casos, ele contou com o apoio de seu filho e de uma mulher com quem tem sociedade em uma empresa situada em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. Juntos eles teriam se empenhado em convencer a vítima de que o golpista realmente precisava do dinheiro.

Ambos também foram indiciados por estelionato e serão investigados em processo criminal. Além disso, a Justiça decretou o sequestro de um veículo Ford/Fusion, que teria sido comprado com o dinheiro obtido nos golpes.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui