pixabay

Na tarde de segunda-feira (05) um funcionário de uma operadora de telefonia foi preso em um shopping no Espírito Santo por fornecer dados e senhas de clientes a golpistas.

O marginal foi denunciado pela própria empresa. Segundo informações, ele mudava a titularidade das linhas dos clientes e disponibilizava os dados dos clientes como senhas, dados bancários e documentos para outros marginais. Por cada operação realizada ele recebia uma quantia em dinheiro dos golpistas.

Quando o criminoso estava em posse da titularidade da linha do cliente ele conseguia recuperar até senhas das redes sociais, e-mail e senhas bancárias do cliente. O cliente além de tudo não conseguia ter acesso a linha. Só no momento em que ele reabilitava a linha em seu nome é que conseguia ver o tamanho do prejuízo.

O marginal foi preso em flagrante durante atendimento na loja em um shopping.

Em cerca de três meses 40 clientes foram enganados.

A investigação continua para prender os outros marginais envolvidos no esquema.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui