(divulgação)

O sábado do Geek City chegou ao fim com diversas novidades sobre filmes e séries, e-sports, personagens dublados e cosplays. Confira abaixo os destaques do Main Stage:

Sato Company e as novidades para os próximos meses

Marco Hali e Nelson Sato, CEO da Sato Company, abriram o segundo dia do Main Stage no Geek City contando sobre as novidades que a distribuidora de filmes trará para o Brasil nos próximos meses. O clássico seriado japonês Jaspion terá uma versão brasileira em filme, produzido pela Sato Company, com previsão de lançamento em 2020. Nelson Sato ainda comentou sobre o sucesso das parcerias entre eles e as empresas de streaming, que provavelmente irá agregar ainda mais conteúdo asiático.

Na sequência, Guilherme Briggs continuou o bate-papo falando sobre como iniciou a carreira de dublagens. “Eu tenho alma de artista. Desde pequeno sempre gostei de desenhar e atuar, e meu pai me apoiava tudo. Passávamos o dia fazendo rádio novela, brincando com o gravador, o violão. Eu sou dublador hoje por causa do meu pai”, conta Briggs. Por fim, o dono das vozes de Mickey, Buzz Lightyear e tantos outros personagens dublou ao vivo para o público e convidou dois expectadores para participarem da brincadeira.

Tudo o que você queria saber sobre e-sports, mas estava ocupado jogando

No painel sobre e-sports, os jornalistas do e-SPORTV Chandy Teixeira, Tarso Araujo e Jonathas Vargas falaram sobre o presente e o futuro do mercado brasileiro. Os três estão à frente da produção de conteúdo especializado da TV Globo e do desenvolvimento de novos produtos – como o Looking for a Caster, primeiro reality show brasileiro sobre o assunto que busca um novo narrador de e-sports.

“Estamos em uma nova era em que a comunicação tem que ser tratada de forma mais real, sem precisar de terno e gravata. Acho que a galera sentia falta dessa informação fresca e atualizada que vocês trazem”, comentou o apresentador e narrador de e-sports, Gordox, que também participou do painel do e-SPORTV. “Apesar de falarmos com o público jovem, trabalhamos com informação. Sempre tentamos fazer um conteúdo reto e sério, mas com malemolência”, completou Tarso. Além disso, a equipe trabalha para aumentar a representatividade no país.

“Entendemos que é um esporte como qualquer outro porque têm atletas, ídolos, times, rivalidade de torcida, premiação, transmissão ao vivo e direitos de propagandas assim como o vôlei e o futebol”, exemplificou Chandy. Para Jonathas, a expansão do mercado de e-Sports oferece oportunidades não só para jogadores, mas também nas áreas de marketing, assessoria de imprensa, produção de conteúdo. “Para quem está escolhendo a profissão agora, tem muita oportunidade no mercado”, afirmou. “E quem quer fazer parte, a hora é agora”, completou Chandy.

Um Viking entre nós – Alex Hogh Andersen

A atração principal do segundo dia ficou por conta de ninguém menos que Alex Hogh Andersen, o Ivar de “Vikings”. O astro dinamarquês desembarcou pela primeira no Brasil para participar do Geek City e contou, com exclusividade no Main Stage, sobre sua carreira artística e seu personagem na série. “Eu tinha 21 anos quando recebi o papel do Ivar e não fazia ideia do quão importante ele era. Eu estava fazendo testes para outro papel quando me pediram para eu passar um texto do Ivar. Foram quatro tentativas até eu conseguir gravar o texto. E então eles me aplaudiram e eu ganhei o personagem”, revela Andersen.

Além de sua carreira como ator, Alex Hogh Andersen falou sobre seu amor por fotografia. “Eu sempre adorei fotografia e não me preocupava em ser ator. Minha única preocupação era fazer vários cliques das paisagens da Dinamarca, como montanhas e vales” fala Andersen.  O ator de Ivar ainda deu algumas dicas para quem quer iniciar a carreira artística, além de revelar alguns spoilers sobre a próxima temporada da série. E para surpreender o público e o próprio Alex, a Fox Premium passou com exclusividade no Geek City, o teaser da sexta temporada de Vikings.

 Garcia Jr. – um dos ícones da dublagem brasileira

Conhecido pelas versões brasileiras das vozes de Pica-Pau, He-Man (e do Príncipe Adam) e Arnold Schwarzenegger, o dublador Garcia Jr. fechou a programação de painéis do segundo dia do Geek City 2019. Ele falou sobre seus 42 anos de carreira, técnicas de dublagem e compartilhou com o público algumas histórias da profissão. “Fazer dublagem é difícil, porque você precisa ficar absolutamente estático e passar uma emoção que você não está vivendo só com a voz”, explicou.

O dublador falou ainda sobre a época de TV Colosso, programa matinal estrelado por bonecos exibido entre 1993 e 1997 na TV Globo. “Éramos 10 pessoas fazendo tudo. De dia fazíamos a sonorização dos bonecos e a noite a dublagem, então nos primeiros três meses, ninguém dormia”, contou rindo. Para fechar sua participação, Garcia Jr. presenteou o público com um diálogo entre Simba, de O Rei Leão, e Arnold Schwarzenegger como o Major Dutch, do filme O Predador, em um encontro fictício na floresta.

 Concurso de Cosplay

A segunda semifinal do Concurso de Cosplay do Geek City teve como campeões:

– Melhor Presença de Palco: cosplay de Star Guardian de League Of Legends, representada por Alynne Wood;

–  Escolha do Público: cosplay de Darling in the FranXX, representada por Marilyn Ribas

– Melhor Cosplay: cosplay de Loki, representado por Jessica Lunardelli

– Melhor Performance: cosplay de Arlequina, representada por Eve Ortiz

O concurso ainda contou com um momento muito especial, um pedido de casamento entre os cosplayers que interpretaram personagens de Persona 3.

O evento ainda contou com Meet&Greet de Guilherme Briggs, Alex Hogh (Vikings) e Paul Zaloom (O mundo de Beakman).

UTFPR de Pato Branco vence Geek City CS: GO Challenger

Patos garantiram torneio e o prêmio de R$ 2.500 no palco da Arena Games. Vitória, que parecia fácil na primeira partida, se transformou em drama na segunda rodada, com os competidores mostrando recuperação e quase invertendo o placar

O time da UTFPR Pato Branco levou a melhor e o cheque de R$ 2.500 para casa na final do Geek City CS: GO Challenger, o torneio universitário de Counter-Strike Global Offensive que aconteceu no segundo dia do maior evento de cultura pop do sul do país. Com um placar de 2 a 0 em uma sequência de melhor de três, o time do interior do Parana venceu a Fúria, da UTFPR de Cornélio Procópio.

Foi uma partida marcada, inicialmente, pelo domínio dos vencedores, que na primeira rodada, levaram o ponto por nada menos do que 16 a 2. Vivizerah, um dos grandes destaques do torneio, aproveitou as boas posições e os corredores longos do mapa De_Dust2 para apostar no que parece ser sua especialidade, os rifles sniper, dominando o território e não dando espaço para a movimentação da Fúria.

Na segunda partida, entretanto, a história foi diferente. O que começou como domínio terminou em drama quando, após abrir mais de seis pontos de vantagem, os Patos começaram a ver a Fúria se aproximar no placar. Para os narradores Mustella e Marcatto, estava se desenhando uma virada, mas o time de Pato Branco soube manter a calma e acabou levando o desafio de CSGO do Geek City 2019 com um placar de 16 a 13.

Na cerimônia de vitória, Vivizerah enalteceu a amizade entre os membros da equipe da URFPR Pato Branco e, principalmente, a presença de phx, integrante que chegou de última hora para surprir a ausência de um outro companheiro que não pôde estar na final. “Nunca tínhamos enfrentado o Fúria, nem mesmo nas classificatórias, e foi uma grande partida”, completou, mostrando muito respeito pelos rivais.

Semifinais rápidas

As duas equipes que foram à final mostraram sua supremacia desde a abertura da Arena Games neste segundo dia de Geek City. No primeiro jogo, a Fúria enfrentou a UTFPR Avalanche e levou a vaga na decisão por 16 a 3, mesmo com os adversários demonstrando certa recuperação nas últimas rodadas. Smook1e, que também foi um dos destaques da finalíssima, levou o time adiante com uma movimentação rápida e ainda levantou a torcida com diversas s;eries de kills.

No segundo confronto, o time da UniCuritiba encarou os Patos, também, com um jogo rápido e muito hype pela presença de Bak4al, uma das estrelas. Entretanto, ali mesmo, já se desenhava o campeão, com o time de Pato Branco logo abrindo vantagem e aproveitando as pausas técnicas para uma reorganização que apenas os deixou mais próximos da vitória.

Movimento

Após a saída dos atletas, foi a vez de o público, mais uma vez, dominar a Arena Games para exibições de Just Dance e, ao final do dia, PlayerUnknown’s Battleground, com a galera presente mais uma vez mostrando habilidade e jogo de cintura diante da plateia presente.

Teve mais decisão neste domingo (01), no último dia de Geek City 2019. As 14h, abrindo os trabalhos da Arena Games, teve a final do DOTA CITY entre as equipes do Jungle Kings e NoPing, disputando um prêmio no valor de R$ 6.000 e a chance de se tornarem os campeões de DotA 2 do maior evento de cultura pop do Sul do país.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui