PMPR

Policiais militares atuantes na Operação Verão Consciente 2020/2021 escoltaram uma família que estava com um bebê, de 28 dias, engasgado. A ação aconteceu por volta das 23 horas do domingo (27/12) na cidade de Paranaguá, no Litoral do estado, durante um patrulhamento de rotina.

 

Segundo a mãe da bebê Milena Luiza, Danieli Cardoso Franco, eles se dirigiram até a unidade do Corpo de Bombeiros da cidade, onde o bombeiro fez uma manobra e a bebê voltou a respirar, porém ainda estava mole e desacordada. “Nós resolvemos então levar ela até a UPA e no meio do caminho encontramos a viatura da Polícia Militar e relatei o que estava acontecendo, que nos ajudou a chegar na unidade de saúde, em menos de sete minutos”, contou.

 

De acordo com a soldado Nilva Aparecida Carletto dos Santos, ela e o cabo Renato Paschoal Júnior estavam em patrulhamento, quando um carro encostou ao lado da viatura e informaram que o bebê estava engasgado. “Para não perder tempo, nós iniciamos a escolta e levamos a família até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e lá os médicos iniciaram as manobras e, após 20 minutos, conseguiram enfim desobstruir as vias aéreas do bebê”, contou a soldado Nilva.

“Foi uma situação muito tensa, pois eu sou mãe também e fizemos de tudo para salvar a criança e enquanto os médicos e enfermeiros faziam as manobras, nós tentamos, a todo momento, acalmar os pais que estavam extremamente nervosos, pois a criança já estava bem mole e sem respirar e demonstrava nenhum sinal de choro”, disse a soldado Nilva, que veio de Maringá e atua, juntamente com o cabo Paschoal, na subárea de Pontal do Paraná.

 

“Hoje eu levei ela no pediatra e ele disse que não ficou nenhuma sequela e nenhum resquício de leite no peito dela”, disse a mãe da Milena. “Eu agradeço muito a soldado Nilva e o cabo Paschoal, pois eles foram um anjo na vida da minha filha e que Deus abençoe muito a vida deles”, complementou Danieli.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui